CulturaSociedade

ESCOLA PADRE GUMIERO PASSA A SER PÚBLICA A PARTIR DE 2022

O Director do Serviço Distrital da Educação Juventude e Tecnologia, Florêncio Armando Vilanculos, afirmou que a partir do próximo ano a Escola Secundária P. Gumiero de Mapinhane vai acolher alunos do Sistema Nacional de Educação sem precisar de pagamento de taxas de mensalidades.
O anúncio foi feito está quarta- feira (12), após o encontro que selou o acordo final entre o sector da educação e a actual direcção daquela organização cristã.
Segundo Florêncio Vilanculos, o acordo celebrado entre as partes vai aliviar a pressão exercida sobre a Escola Secundária 25 de Junho, visto que era a única instituição pública de ensino secundário na região e não conseguia responder a procura devido o crescimento demográfico da população.
“A escola 25 de Junho está sobrecarregada, neste momento está acima da sua capacidade normal, pelo facto de muitos pais não possuir condições para meter os seus filhos no padre Gumiero por causa das taxas de mensalidades” disse o director do SDEJT.
Com o acordo ora celebrado, o sector da educação em Vilankulo espera responder a procura pelo ensino secundário no Posto Administrativo de Mapinhane.
“Estamos muito satisfeitos, o nosso desejo é a partir do próximo ano absorver todos estudantes, não queremos ouvir de que uma criança ficou sem matricular porque não tinha vaga ou não tem dinheiro para pagar mensalidades, isso preocupa-nos.” Avançou Florêncio Vilanculos.
Fonte: #GCIV